quarta-feira, 2 de maio de 2012

EXERCITAR O CÉREBRO...


Exercitar o cérebro
Exercitar o cérebro ajuda a "conservá-lo", literalmente, de muitas maneiras.
Os efeitos protetores gerados por um estilo de vida cognitivamente ativo não seguem apenas um caminho, mas se dão através de múltiplas vias biológicas.
Já há algum tempo os cientistas vêm documentando uma conexão entre como usamos os nossos cérebros e os riscos a longo prazo de degenerações graves, como a demência.
Em geral, as pessoas mais mentalmente ativas, ou que mantêm um estilo de vida cognitivamente ativo ao longo de suas vidas, têm risco mais baixo dessas condições degenerativas.
"As ideias de uma 'reserva cerebral' ou 'reserva cognitiva' têm sido sugeridas para explicar isso, mas eram basicamente uma caixa preta. Esta pesquisa lança alguma luz sobre o que pode estar acontecendo, ao nível biológico," afirma o professor Michael Valenzuela, da Universidade de Sidnei, na Austrália, que liderou este novo estudo.
Eles receberam a doação de 329 cérebros dos participantes que faleceram, tornados disponíveis para a comunidade científica para análise.
Os cérebros foram comparados com base na situação de demência do indivíduo na morte (sim ou não) e na pontuação do estilo de vida cognitivo (baixo, médio ou alto).
Benefícios para homens e mulheres
Os exames não encontraram uma ligação entre o Mal de Alzheimer e o estilo de vida cognitivo.
No entanto, um estilo de vida cognitivamente ativo nos homens foi associado com menor ocorrência de doença cerebrovascular - menor ocorrência de derrames - em especial a doença dos vasos sanguíneos microscópicos do cérebro.
Nas mulheres, a cognição ativa foi associada com um maior peso do cérebro.
Em ambos, homens e mulheres, um estilo de vida cognitivamente ativo está associado com uma maior densidade neuronal e com uma maior espessura cortical no lobo frontal.
Saúde do cérebro
"Mais do que proteger especificamente a saúde dos circuitos ativados, parece que um estilo de vida mais ativo tem efeitos gerais sobre a saúde do cérebro, refletidos em uma maior densidade neuronal e na preservação do suprimento sanguíneo para o cérebro," afirmou o Dr. John Krystal, editor da revista científica Biological Psychiatry, que publicou o estudo.
"No geral, nossa pesquisa sugere que múltiplas e complexas alterações cerebrais podem ser responsáveis pelo efeito 'use ou perca-o',", acrescentou Valenzuela.

**Matéria do diário da Saúde



PARA COMPLETAR ACHEI ESSAS 21 DICAS DA NEURÓBICA_

O desafio da neuróbica é fazer tudo aquilo que contraria ações automáticas, obrigando o cérebro a um trabalho adicional, por isso:
1-Use o relógio de pulso no braço direito;
2-Ande pela casa de trás para frente;
3-Vista-se de olhos fechados;
4-Estimule o paladar, coma comidas diferentes;
5-Leia ou veja fotos de cabeça para baixo concentrando-se em pormenores nos quais nunca tinha reparado;
6-Veja as horas num espelho;
7-Troque o mouse do computador de lado;
8-Escreva ou escove os dentes utilizando a mão esquerda - ou a direita, se for canhoto;
9-Quando for trabalhar, utilize um percurso diferente do habitual;
10-Introduza pequenas mudanças nos seus hábitos cotidianos, transformando-os em desafios para o seu cérebro;
11-Folheie uma revista e procure uma fotografia que lhe chame a atenção. Agora pense 25 adjetivos que ache que a descrevem a imagem ou o tema fotografado;
12-Quando for a um restaurante, tente identificar os ingredientes que compõem o prato que escolheu e concentre-se nos sabores mais subtis. No final, tire a prova dos nove junto ao garçom ou chef;
neuróbica
13-Ao entrar numa sala onde esteja muita gente, tente determinar quantas pessoas estão do lado esquerdo e do lado direito. Identifique os objetos que decoram a sala, feche os olhos e enumere-os;
14-Selecione uma frase de um livro e tente formar uma frase diferente utilizando as mesmas palavras;
15-Experimente jogar qualquer jogo ou praticar qualquer atividade que nunca tenha tentado antes.
16-Compre um quebra cabeças e tente encaixar as peças corretas o mais rapidamente que conseguir, cronometrando o tempo. Repita a operação e veja se progrediu;
17-Experimente memorizar aquilo que precisa comprar no supermercado, em vez de elaborar uma lista. Utilize técnicas de memorização ou separe mentalmente o tipo de produtos que precisa. Desde que funcionem, todos os métodos são válidos;
18-Recorrendo a um dicionário, aprenda uma palavra nova todos os dias e tente introduzi-la (adequadamente!) nas conversas que tiver;
19-Ouça as notícias na rádio ou na televisão quando acordar. Durante o dia escreva os pontos principais de que se lembrar;
20-Ao ler uma palavra pense em outras cinco que começam com a mesma letra;
21-A proposta é mudar o comportamento rotineiro. Tente, faça alguma atividade diferente com seu outro lado do corpo e estimule o seu cérebro. Se você é destro, que tal escrever com a outra mão?


***Site Minha Vida

3 comentários:

  1. Copiei ! vou exercitar os neurônios

    ResponderExcluir
  2. Valeu por suas 21 dicas para "PARA COMPLETAR ACHEI ESSAS 21 DICAS DA NEURÓBICA_ O desafio da neuróbica é fazer tudo aquilo que contraria ações automáticas, obrigando o cérebro a um trabalho adicional," visto ser muito interessante eu favoritei e estarei fazendo as indicações devidas, ok!

    ResponderExcluir
  3. Apenas dizendo graças não seria apenas o suficiente, para a fluência fantástico em sua escrita. jogos de moto

    ResponderExcluir